Por que você nunca pode sair de casa para um primeiro encontro novamente

Durante os bloqueios por coronavírus, o namoro passou a ficar online com encontros virtuais e encontros. (Foto AP / Tem ...Durante os bloqueios de coronavírus, o namoro passou a ficar online com encontros virtuais e encontros. (AP Photo / Hassan Ammar) O namoro provavelmente será feito virtualmente agora, o que não é necessariamente uma coisa ruim. (Tinder)

Para aqueles de vocês que têm a sorte de poder trabalhar em casa nos últimos meses, você se lembra daquela explosão inicial de liberdade?

Sem comutação. Menos tempo perdido. Mesmo que você fosse submetido a reuniões intermináveis ​​do Zoom, você nem precisava usar calças, se quisesse.



Agora aplique essas mesmas conveniências ao namoro - com os estágios iniciais acontecendo online graças a plataformas de vídeo ou recursos virtuais em aplicativos de namoro que mantêm as informações de contato dos usuários privadas - e você pode ter uma noção dos efeitos potenciais de longo prazo que nossa cultura de quarentena pode ter no romance.



O vídeo não vai a lugar nenhum, diz Rachel DeAlto, especialista em namoro chefe da Match, porque estamos percebendo quanto tempo e esforço podemos economizar pulando no vídeo com alguém em vez de passar uma noite inteira com alguém que não nos interessa para.

‘O novo preservativo’



Grande parte do mundo pode ter parado durante nossos bloqueios no COVID-19, mas a busca pelo amor nunca parou, diz Amie Leadingham.

O treinador de namoro de Las Vegas relata que os clientes têm procurado mais do que nunca, desde que o coronavírus mudou sua vida diária.

Acho que as pessoas estão acordando para a ideia de, com a pandemia em curso, o quanto desejam amor e companheirismo em suas vidas, diz ela.



Os clientes de Leadingham têm idades compreendidas entre os 23 e os 68 anos, mas a maioria tem entre os 30 e os 50 anos. Cerca de 30 por cento deles são homens.

Na última década, temos feito a cultura do hookup, diz ela. Está realmente mudando para uma atitude mais séria e voltada para o relacionamento. As pessoas que diziam: ‘Estou bem em estar sozinha’ estão finalmente admitindo: ‘Na verdade, eu realmente quero um parceiro. Eu realmente quero me apaixonar. 'Passando mais tempo sozinhos, eles estão reconhecendo que essas são coisas que são realmente importantes para eles.

Um encontro virtual é um bom lugar para começar, diz Leadingham, para ver se há conexão suficiente para justificar um encontro pessoal.

Sternzeichen für den 30. Dezember

O distanciamento social é como o novo preservativo para todos. Só temos que assumir que você pode ter (coronavírus). Não sabemos, ela diz. E então temos que ter certeza de que vale a pena investir e realmente correr o risco. _ Você tem que ser a pessoa certa para fazer isso valer a pena para mim.

Questionada se ela acha que nossa resposta à pandemia terá efeitos de longo prazo, Leadingham solta um enfático, Oh, sim!

Eu só não acho que as pessoas vão ficar tipo, ‘Ei, vamos nos beijar e beijar como costumávamos fazer no primeiro encontro’ ou ‘Vamos ficar juntos’. Isso definitivamente vai mudar. Mesmo que tenham a vacina, as pessoas não querem ficar doentes. … Eu realmente acho, na maior parte do tempo, que as pessoas vão realmente levar as coisas devagar.

Sentindo-se mais perto, mais rápido

Conhecer um ao outro antes de nos encontrarmos pode ser um processo lento, mas pode acelerar os sentimentos de intimidade, adverte a terapeuta de relacionamento de Las Vegas Katherine Hertlein.

À medida que temos essas conversas, por meio da tecnologia e da mídia, estamos nos tornando muito rapidamente ligados a esse indivíduo de maneiras que podem até nos surpreender, diz ela. Esteja ciente de que você se conecta muito, muito rápido.

Sem as distrações típicas de um encontro pessoal - observar as pessoas, comer e beber e coisas do gênero - as conversas tendem a se aprofundar mais rapidamente.

Não acho que o relacionamento vá muito rápido, mas acho que você se aproxima de alguém mais rápido do que imagina, aconselha Hertlein, um casal e professor de terapia familiar da UNLV. O que acontece nesse caso é que as pessoas dizem coisas como, ‘Oh, porque isso aconteceu tão rápido, esta pessoa deve ser minha alma gêmea’, e então eles ficam realmente meio desiludidos quando o relacionamento continua.

O fato de você ter se aproximado deles em 30 dias não é evidência de que eles são sua alma gêmea, acrescenta ela. É uma prova de que vocês dois se revelaram bastante e cresceram juntos muito rapidamente.

Vídeo chats em alta

TAIMI, o site de namoro baseado em Las Vegas para usuários LGBTQ, estava na vanguarda das videochamadas no aplicativo quando foi fundado em 2017. Em 19 de maio, o Hily, seu site parceiro licenciado localmente, introduziu uma tecnologia semelhante.

As pessoas veem como é fácil e confortável fazer videochamadas com uma possível correspondência e não há necessidade de sair de casa e gastar seu tempo e dinheiro, diz Jake Vygnan, o cofundador ucraniano das duas empresas. É muito mais rápido e seguro fazer toda essa experiência do encontro mútuo no aplicativo.

Hily tem 17,4 milhões de usuários em 17 países. O site viu 23% mais correspondências desde o início das quarentenas. O TAIMI, que está disponível em 45 países, tem mais de 6 milhões de usuários - acima dos 4,6 milhões no início do surto. Sua atividade diária aumentou 25%.

Você pode ter quase a mesma experiência com esse encontro mútuo que teria em um restaurante com a pessoa, diz Vygnan sobre encontros virtuais. Durante esse bloqueio, vemos que o uso de nossas videochamadas dobrou. ... Não está indo embora. Nunca mais será o mesmo.

Conforto em casa

O speed dating - aqueles encontros que podem parecer uma mistura de arremessos de vendas de timeshare e escolha de times para kickball - também estão online. Isso pode ajudar a nivelar o campo de jogo, diz Amanda Ortiz, diretora de eventos globais da MyCheekyDate, que opera eventos de encontros rápidos em Las Vegas.

Pessoalmente, as datas podem se distrair enquanto conferem o relógio, os sapatos ou outros símbolos de status uns dos outros. Você também não vê a altura deles como você vê pessoalmente, Ortiz diz, rindo, então eu acho que é um dos principais.

A empresa estava planejando o lançamento de suas sessões virtuais de speed dating em julho, mas aumentou-as em março assim que as medidas para ficar em casa começaram. Ao contrário do estresse do speed dating regular, com todos os participantes amontoados em uma sala desconhecida, o speed dating virtual tende a deixar os clientes à vontade, diz ela.

As pessoas se sentem mais confortáveis ​​em suas casas, e estou notando mais combinações por causa disso.

Depois, há o fato de que os solteiros podem ter uma noção melhor de seu parceiro em potencial com um vislumbre de suas vidas diárias imediatamente. Algo interessante no fundo pode desencadear uma conversa ou revelar uma paixão compartilhada.

Acho que as pessoas estão apenas sendo mais abertas em geral, diz Ortiz, e escolhendo mais combinações em potencial.

Um declínio no namoro

Quarentenas forçaram muitos solteiros a pausar e dar uma olhada longa e severa em como eles estão namorando, diz DeAlto, o especialista em partidas que participou de Lifetime’s Married at First Sight.

Acredito 100 por cento que isso é uma reconfiguração, de muitas maneiras, para nossas vidas, mas especialmente para o namoro. Havia tal cultura ... onde as pessoas estavam apenas pensando, ‘OK, o que vem a seguir? Qual é o próximo? Qual é o próximo? Há tantas pessoas à minha disposição, por que vou chamar a atenção de alguém quando posso simplesmente dispensá-lo porque a cor dos olhos não é o que estou procurando? Isso mudou muito em termos de pessoas dando oportunidades às pessoas.

Com tão poucas opções disponíveis para encontros pessoais, os solteiros foram forçados a pisar no freio em alguns de seus hábitos anteriores. Entre os usuários do Match, DeAlto percebeu que os namorados passam mais tempo conversando entre si.

É realmente um declínio na cultura de conexões e um aumento nas conexões significativas, diz ela. Sinceramente, acredito que esse tipo de queimação lenta que eles foram forçados a ter exigirá mais esforço, mas também construirá bases mais sólidas para relacionamentos pós-COVID.

Entre em contato com Christopher Lawrence em ou 702-380-4567. Seguir @life_onthecouch no Twitter.

Namoro pelos números

Aqui estão algumas estatísticas de sites de namoro desde o início do encerramento do COVID-19:

- No Zoosk, perfis que mencionam os Cavaleiros de Ouro apresentam um aumento de 32% nas mensagens recebidas, enquanto uma menção aos Raiders gera um aumento de 42%.

- Bumble viu um salto de 69 por cento nas chamadas de vídeo.

- No Hinge, 44 por cento dos usuários já estiveram em um encontro de vídeo e 85 por cento deles dizem que é a melhor maneira de conhecer alguém.

- As conversas nos EUA aumentaram 19% no Tinder.

- Entre os usuários do Hily, 38% acreditam que sexo virtual é uma boa ideia, enquanto 20% dizem que receberam mais fotos de nudez.